O teu nome pode ir para Marte no Mars 2020 Rover!

Não é a primeira vez que a NASA permite enviar o nosso nome para Marte, mas é sempre um sentimento diferente, apesar de o nosso nome ir escondido num chip. A missão Mars 2020 Rover arranca em julho de 2020 e está previsto chegar a Marte em fevereiro de 2021. Basicamente isto permite-nos ter mais informações sobre os aspetos que nos interrogam sobre Marte, principalmente se é um planeta com vida…

Podes fazer o registo aqui.

Anúncios

Carros elétricos, a hidrogénio e a painéis solares…

Todos nós somos testemunhas da enorme evolução do mundo automóvel e da maior aposta nos veículos elétricos, mas há marcas que apostam noutras ideias inovadoras, no hidrogénio, por exemplo, ou em carros solares como é o caso da Lightyear, que quer colocar painéis solares nos carros. 

O Lightyear One será apresentado a 25 de junho em Katwijk, na Holanda. Este será o primeiro carro solar de longo alcance totalmente elétrico da marca. 

A construção leve e o formato aerodinâmico dão ao carro um alcance entre os 400 e 800km e as células solares poderão fornecer eletricidade até 20 000km anualmente.

Google corta relações com a Huawei

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe o uso de qualquer material da Huawei nos EUA. Esta ordem fez-se sentir quando a Google suspendeu todos os negócios quando a gigante chinesa. 

Ou seja a Huawei perde acesso imediato a qualquer atualização do Android e os futuros smartphones deixarão de ter acesso a qualquer serviço da Google, incluindo Play Store.

As fontes da Reuters referiram que os detalhes desta ordem ainda estão a ser decidido internamente na Google. Também os advogados da Huawei estão a estudar os (enormes) impactos que esta ordem de Donal Trump pode provocar .

A Huawei não vai deixar de usar o Android se assim o quiser, pois é livre, mas não terá qualquer suporte por parte da Google. E aqui os rumores de que a chinesa estaria a preparar um novo sistema operativo serão os melhores planos da Huawei.

Esta ordem vem na sequência de suspeitas da Huawei estar a espiar os seus utilizadores a pedido do governo de Pequim, apesar da Huawei já ter desmentido isto várias vezes não é suficiente para desaparecer tais rumores. Neste momento o futuro da Huawei é um enorme ponto de interrogação.

O novo Asus Zenfone 6

A Asus apresentou esta quinta feira o novo Asus Zenfone 6, cuja principal característica é a câmera rotativa.

Esta câmera permite ao utilizador gravar vídeos a 4K a 60fps e o grau de rotação pode ainda ser controlado pelo utilizador. As câmeras são de 48MP com uma abertura de f/1.7 e 12MP ultra grande angular.

O Zenfone 6 vem equipado com o Snapdragon 855, uma bateria de 5000mAh, mas não tem carregamento rápido nem carregamento sem fios. Tem um ecrã LCD Full HD+ de 6,4”. 

O novo smartphone da Asus estará disponível com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, 6GB de RAM e 128GB de armazenamento interno e 8GB de RAM e 256GB de armazenamento, respetivamente, pelos preços, de 499€, 559€ e 599€.

A nova DJI OSMO Action

A DJI apresentou hoje a DJI OSMO Action, a câmera que vai concorrer com a GoPro HERO 7 Black. A nova action cam custa 379€ e grava a 4K a 60fps.

A OSMO action tem um design muito similar à GoPro e foi feita tanto para cinematógrafos mas também para os desportistas. A câmera vem ainda com um segundo ecrã para que possamos estar sempre enquadrados.

E sem duvida que a DJI vai conseguir mexer com o mercado das actions cams pois já tem um portfólio incrível em drones e estabilizadores tanto para uso profissional como para uso comum.

A OSMO Action é capaz de gravar a 4K a 60fps, bem como Full HD a 240fps, vídeo em câmera lenta até 8x, resistência à água até 11m de profundidade e podes ainda tirar fotos de 12MP. 

Chama-se RockSteady e é a tecnologia de estabilização eletrónica utilizada pela DJI, no entanto é uma estabilização eletrónica, ou seja 18 a 22% da imagem é cortada. Ainda ao nível de funcionalidades temos o SnapShot, HDR, Timelapse e Hyperlapse. A bateria dura 63 minutos com o modo de estabilização ativado e pode carregar 70% em 30 minutos com um acessório extra.

Apesar da saturação que o mercado das câmeras já tem, esta é uma câmera que merece o seu destaque.

O novo OnePlus 7 Pro

Foi hoje apresentado de forma oficial o smartphone mais aguardado da marca chinesa e onde a marca também mais investiu.

O OnePlus 7 Pro tem um ecrã de 6,67” QuadHD+ equipado com a tecnologia Fluid AMOLED HDR10+. Sensor biométrico no ecrã. O processador Snapdragon 855, 6/8/12GB de RAM e 128/256GB de armazenamento interno. A resolução das câmeras traseiras é de 48MP , 16MP 8MP . A câmera frontal pop-up é de 16MP. A bateria é de 4000mAh. Tem colunas Stereo (Dolby Atmos). Está disponível nas cores azul, cinza e dourado, vem com o Android Q Beta e o seu preço começa nos 709€.

Um dos grandes destaques do OnePlus 7 Pro é a performance. Começando pelo USF 3.0, uma memória capaz de escrever muito mais rápido. O software também ajuda pois assemelha-se muito ao Android puro. 

As câmeras também não passaram despercebidas e segundo a DxOMark a fotografia assemelha-se à do P30 Pro, com especial destaque para o modo noite. A câmera frontal também não fica escondida, quer dizer tecnicamente fica escondida e faz com que o smartphone não tenha bordas e apesar de não ser tão boa quanto as traseiras tem uma expoente qualidade. Este vai ser um smartphone que vai sem duvida mexer com o mercado.

Alemanha já está a testar as autoestradas do futuro

Por consequência da aposta germânica na oferta tecnologia ao nível automóvel, a Alemanha começou a testar a sua primeira auto-estrada elétrica (eHighway). Esta auto-estrada ocupa, por enquanto, apenas 5km da Autobahn que liga Frankfurt e Darmstadt. Este tipo de auto-estradas é dedicado, atualmente, a camiões híbridos.

Basicamente os camiões carregam enquanto andam, usufruindo da rede de cabos elétricos. A primeira eHighway foi inaugurada na Suécia em 2016. Este é um passo bastante importante no combate à poluição atmosférica.

Uma curiosidade sobre esta rede é que quando os camiões travam, abastecem a rede diminuindo assim os custos associados ao fornecimento de energia. 

Neste momento apenas 5 camiões vão poder usufruir desta auto-estrada. A partir do momento em que as empresas se aperceberem das vantagens dos camiões elétricos de certeza que a sua frota vai ser renovada.

Volkswagen ID.3

A Volkswagen revelou mais algumas informações sobre o seu primeiro ID, o ID.3. Apesar de todos os pormenores só serem revelados no Frankfurt Motor Show a marca alemã já deu alguns dados importantes. Primeiro a Volkswagen vai produzir o ID.3 numa fábrica totalmente alimentada por energias renováveis. As baterias vão estar disponíveis em três capacidades (48, 58 e 77kWh) com uma autonomia entre os 330km e 550km.

As primeiras versões têm o nome de 1st, 1st plus e 1st Max, todas vêm equipadas com a bateria de 68kWh. A diferença é só em relação ao equipamento e serão estas que vão chegar aos primeiros clientes, que já podem fazer a reserva aqui, com um custo de 1000€. A Volkswagen garante que o ID.3 pode receber atualizações remotamente e que evoluirá ao longo da vida do automóvel.

A potência do carregamento, segundo a Volkswagen, será de pelo menos 100kW, até para a versão com menos capacidade de bateria. A gigante automóvel destacou a importância da rede de carregamento,  garantindo que a Ionity terá disponível, até 2020, 400 estações em toda a Europa. O preço do ID.3 será abaixo dos 30 000€.

O novo Google Nest Hub Max

O Google Nest Hub Max foi apresentado ontem no Google I/O. A Google referiu ainda que agora todos os seus gadgets inteligente terão Nest no meio, relembro que a Nest foi uma empresa de gadgets inteligentes comprada pela Google.

O ecrã de 10 polegadas touch permite-te controlar tudo o que se liga à internet e que é compatível com este dispositivo. Podes ligar ou apagar as luzes através do ecrã ou com a voz, ver quem está a tocar à campainha ou ver vídeos. Tens aqui a Google Assistant, nas video chamadas a câmera adapta-se para que tu estejas sempre no centro, PowerSound com a coluna traseira e pausar a musica com gestos. 

O Google Hub max chega ao mercado no verão aos E.U.A., Reino Unido e Austrália por 200€.